Saiba identificar uma pashmina verdadeira

Pashimina, ou Pashmina, é nome dado ao fio Cashmere que originalmente, é de 10 a 16 microns de espessura. Não existe variedades como Viscose Pashmina ou Seda Pashmina.
Em muitos países (ocidentais) e até mesmo na Índia, os xales Pashmina são vendidos muito baratos, em torno de 9-20 dólares, o fato é que eles não são 100% Pashmina, são misturados com viscose ou até mesmo seda, e, as vezes, qualquer outro tecido barato, porém, divulgam como Cashmere. O comprador por sua vez, não tem qualquer conhecimento sobre a composição verdadeira de uma pashmina e é ludibriado na compra.

Desvendando a Pashmina original, ou,  xale 100% cashmere
Como dito, existem muitos cachecóis falsificados de baixa qualidade sendo vendidos como Pashminas no mercado hoje. Vendedores sem ética facilmente usam o nome Pashmina em seus produtos, uma vez que o termo-palavra não é controlada por uma marca internacional como “Cashmere” é. Os produtos que dizem “100% Pashmina” em seu rótulo são feitos em países não especificados, com algum material sintético cujo conteúdo não sabemos. Essas empresas prejudicam o comércio de Pashmina do “Real Cashmere” e os comerciantes / artesãos-tecelãos que trabalham arduamente todos os anos na produção desse delicado produto.

Para a produção de pashminas, usam como matéria prima as cabras Capra Hircus, de onde extraem a lã para tecer o fio (Cashmere), criando peças como lenços / xales e outros.

Textura e peso
O primeiro sinal da Pashmina de Cashmere pura é que ela será muito leve e muiiiito macia. Não é brilhante como tecido de seda. Pashmina pura é levemente opaca (embora no processo do revestimento obtenha algum brilho mas não como a seda). Não é fria de se tocar como viscose ou seda, dá uma sensação agradável e quente.

Tecelagem
Pashmina de Cashmere pura ou suas misturas de alta concentração com seda, são linhas-fios muito delicados e não podem serem tecidas em uma máquina de tear. O fio do cashmere é tecido por tear manual, por artesãos peritos nessa técnica. Este tipo de tecelagem não tem um acabamento nas bordas, pois pela delicadeza dos fios, as extremidades não são estreitamente tecidas. Segurando um xale contra a luz, mostra-se o tecido fino, e você deve ser capaz de ver facilmente através do xale.

Custo alto devido a raridade
Um sinal claro para saber se uma Pashmina é falsa, é se alguém está vendendo-a no mercado a preços acessíveis – por exemplo: 20-50 dólares. Pashmina vem do Cashmere e a cabra específica, oriunda do norte asiático citada acima, fornece a matéria prima uma vez  ao ano (as fibras especiais do cabelo do animal são coletadas durante a troca de uma estação específica –  quando os animais naturalmente derramam seus cabelos – que é do final da primavera até o início do verão). O pêlo baixo das cabras é removido manualmente com um pente grosso ou os animais são cortados.  Os pedaços de cabelos caídos ainda são coletados por métodos tradicionais de coleta à mão. Há todo um processo de triagem, higienização antes dos fios estarem prontos para a tecelagem.

Uma peça pura de Pashmina será cara portanto devido ao valor do Cashmere, com certeza uma matéria prima de luxo. Difícil precisar o preço devido ao mercado extenso que hoje existe, além de grandes fabricantes e grifes deterem grande parte do uso deste tipo de lã (a variável de preços que podem ser encontrados é enorme). Mas uma coisa é certa, será muito mais caro que um lenço de seda pura.

Regulamentação
A Pashmina pura é classificada como Cashmere no mercado internacional. Lã feita de pêlos que tem até 19 microns de espessura é classificado como Cashmere. Pashmina por palavra não é uma palavra controlada que signifique Cashmere. Assim, a maioria dos lojistas de grifes usam rótulos que mostram claramente o termo”Cashmere” e a % em seu produto. Os falsos xales Pashminas muitas vezes mostram no rótulo como “100% Pashmina” e nenhuma menção de Cashmere em seus rótulos é citado.  Muitos países não possuem etiquetas de composição, principalmente a Índia, Nepal e Paquistão. Já em outros países, há leis que obrigam a rotular com a composição e a % existente. Leia mais sobre a regulamentação desta lã aqui:

Teste de veracidade
Embora haja muitos testes declarados na mídia para diferenciar uma Pashmina pura da falsa, não recomendamos que você realize estes testes em sua Pashmina. Simples: Pashmina de Cashmere são feitas de pêlos de animais, por isso suas fibras agem como cabelo quando submetido a calor ou água. Qualquer exposição ao calor ou água pode arruinar sua Pashmina.

Curiosidade: Há um “teste indiano” inofensivo que você pode realizar (os indianos utilizam bastante no comércio). Pede-se ao comprador que retire sua  aliança de ouro do dedo e insira a ponta do xale no anel. Segure firme o circulo pelas extremidades e com a mão oposta puxe de uma só vez o xale para que o mesmo passe livremente por dentro do anel. Se o tecido passar inteiro rapidamente sem enroscar ou brecar, é uma Pashmina original. 🙂 Esse teste é engraçadinho e fizemos com nossos produtos mas não há provas de que isso realmente seja um teste que comprove algo. Talvez seja apenas uma tática indiana de vender mais rápido.

Cores
Pashminas de cashmere puro não são muito coloridas pois os pêlos da cabra são principalmente misturas das cores preto, branco, marrom e cinza. Porém podem passar por processos de tingimento, onde são cuidadosamente tingidas com cores orgânicas livres de metal para obter a cor desejada. Existem dois métodos: Um é onde o fio é tingido antes da tecelagem. Em outro método, o lenço é tingido como um todo após a tecelagem.

Misturas que você pode encontrar por aí

  • Pashmina feita com 100% Cashmere: é o toque mais suave e delicado que vai encontrar. É excepcionalmente quente e dá uma sensação luxuosa.
  • Silk Blended (seda) Pashmina: vem em duas variedades – fios misturados e tecidos misturados. Fios misturados com seda usam alta qualidade de Cashmere, em 80% ou maior a  concentração e muito pouca quantidade de seda, apenas para dar brilho e você se sentir rica :).
  • Outra mistura popular é 70% Cashmere e 30% de seda: é a mistura que pode segurar o uso comum do dia um pouco melhor do que a pura.
  • 50% Cashmere e 50% Silk Blends (seda): cede um toque e estéticas muito agradável na peça.
  • Outras composições diferentes podem ser encontradas.

 

ONDE ENCONTRAR PASHIMINAS VERDADEIRAS?

https://bazarindiano.com.br/categoria-produto/moda-indiana/pashminas/

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *